terça-feira, 3 de novembro de 2009

ABSCESSO DENTÁRIO
Abscesso no dente, dente infeccionado e/ou abscesso periapical.
O abscesso dentário ocorre quando o dente torna-se infeccionado. Há a formação de pus em uma pequena bolsa que se forma próxima à raiz do dente. O abscesso quase sempre se inicia na área central do dente e se dissemina para o osso adjacente.
O que ocorre no organismo?
Quando o nervo e os vasos sanguíneos, que se localizam dentro do dente (na polpa) começão a se deteriorar, isto leva as células a morrerem e a área se torna infectada com a presença de bactérias e toxinas que rompem os tecidos saudáveis formando pus. O abscesso dentário geralmente se inicia numa cavidade (cárie dentária), que se não tratada pode se estender para dentro da polpa do dente. Na maioria das vezes isto leva a dor de dente ou dolorimento nesta parte da boca. Embora a dor possa desaparecer, o abscesso permanece até que seja tratado. A segunda maior causa de abscesso dentário é o trauma. Este pode ocorrer devido a uma fratura por mordida em um objeto muito duro, mas trata-se de ocorrência rara, sendo a cárie muito mais frequente.
Quais são os sinais e sintomas desta doença?
1. Dentes sensíveis ao calor ou frio
2.Dor de dente que pode aparecer e desaparecer
3. Leve dor de dente
4. Dor de dente latejante
5. Piora da dor ao se deitar
6. Dor com a mastigação
7. Mau hálito
8. Febre
9. Edema ao redor do dente ou na mandíbula
10. Saída de pus na boca
11. Aumento das glândulas
12. Perda de apetite
13. Insônia ou sensação de indisposição geral
Quais são as causas e os riscos desta doença?
O abscesso dentário ocorre quando uma cárie compromete a área central do dente (polpa). Pode-se evitá-lo com o tratamento das cavidades formadas quando estas são pequenas. Uma vez que o abscesso dentário tenha se formado, é necessário o tratamento para conter o processo. O tratamento da raiz (canal) pode às vezes salvar o dente.
O que pode ser feito para prevenir esta doença?1
. Tratando-se das cáries na fase inicial.
2. Hábitos regulares de escovação e uso de fio dental.
3. Avaliação odontológica regular.
4. Evitar alimentos excessivamente açucarados.
Como esta alteração é diagnosticada?
O dentista pode diagnosticar através do exame do dente, reavaliando os sintomas, e ao Rx. Se o dente estiver sensível ao frio ou calor, o dentista pode prevenir o abscesso dentário tratando do problema na fase inicial.
Quais são os efeitos a longo prazo?
Se o dente com abscesso não for tratado, pode ocorrer a perda do dente ou algo mais grave, como infecção generalizada no organismo (bastante grave). Com o tratamento adequado, o dente pode ser salvo a e as complicações da infecção evitadas.
Qual o tratamento?
Existem dois tratamentos básicos para o abscesso dentário. O tratamento da raiz pode remover a infecção na maioria dos casos através da remoção do tecido infectado na parte central do dente. Às vezes é necessário cirurgia para a retirada do tecido infectado no osso ao redor da raiz e a colocação de uma coroa no dente. Caso a terapia da raiz do dente não seja bem sucedida, o dente geralmente tem que ser removido. Os antibióticos isoladamente ajudam temporariamente nos sintomas, mas sem o tratamento do canal ou a remoção do dente, o abscesso não estará permanentemente curado.
O que acontece após o tratamento?
Se o tratamento de canal ocorrer satisfatoriamente e o dente for adequadamente reparado, o tratamento dura indefinidamente. O problema também pode ser solucionado com a remoção do dente antes da infecção se disseminar para todo o organismo.

3 comentários:

  1. Gostei muito das informações sobre abscessos dentários. Me ajudou muito.
    Obrigado, Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  2. cata.oliveira@iol.pt6 de dezembro de 2010 03:25

    TOU A TRABALHAR DOIDA DE DOR NAO CONSIGO TOCAR NO DENTE E TENHO UM ABCESSO NA MADIBULA JÁ TOMEI UMA ASPIRINA É POSSIVEL DIZER ME O QUE POSSO UTILIZAR PARA ALIVIAR E PARAR COM O ABCESSO? nIMED?

    ResponderExcluir
  3. Abscesso em mandíbula, agora com ponto de drenagem. O abscesso inicia com a instalação do processo infeccioso no dente e sua evolução para a polpa e os tecidos vizinhos, originando os sinais cardinais. Neste estágio do abscesso, já existe um ponto de drenagem pelo qual o conteúdo purulento (tecido necrótico) irá extravasar para fora da cavidade formada pelo processo inflamatório. Na maioria das vezes a drenagem, não é espontânea e deve ser provocada pelo cirurgião-dentista para facilitar a reparação do local.

    ResponderExcluir

Dexe aqui o teu COMENTÁRIO!!!